Vacina Pneumocócica 23

R$127,50

em até 2 vezes

Para crianças acima de 2 anos, adolescentes e adultos que tenham algum problema de saúde que aumenta o risco para doença pneumocócica (diabetes, doenças cardíacas e respiratórias graves; sem baço ou com o funcionamento comprometido desse órgão; com problemas de imunidade, entre outras condições). Não é recomendada como rotina para crianças, adolescentes e adultos saudáveis, caso seja necessário a aplicação antes dos 60 anos de idade deverá apresentar pedido médico.
Para pessoas a partir de 60 anos deve ser aplicada de rotina.

Iniciar com uma dose da VPC13 seguida de uma dose de VPP23 seis a 12 meses depois, e uma segunda dose de VPP23 cinco anos após
a primeira.

Para aqueles que já receberam uma dose de VPP23, recomenda-se o intervalo de um ano para a aplicação de VPC13. A segunda dose de VPP23 deve ser feita cinco anos após a primeira, mantendo intervalo de seis a 12 meses com a VPC13.

Para os que já receberam duas doses de VPP23, recomenda-se uma dose de VPC13, com intervalo mínimo de um ano após a última dose de VPP23. Se a segunda dose de VPP23 foi aplicada antes dos 65 anos, está recomendada uma terceira dose depois dessa idade, com intervalo mínimo de cinco anos da última dose.
Crianças, adolescentes e adultos que apresentaram anafilaxia (reações graves) causada por algum componente ou dose anterior da vacina. A vacina de Herpes Zóster não deve ser administrada no mesmo dia que a vacina de Pneumo 23 porque o uso no mesmo dia resultou em uma resposta reduzida para herpes Zóster.
As reações adversas mais frequentes, são: dor no local da aplicação, edema ou endurecimento; vermelhidão, dor de cabeça; cansaço e dor muscular.
Reações locais mais intensas como: edema de todo braço, chegando até o cotovelo, hematoma e manchas vermelhas podem ocorrer.
Previne doenças causadas por 23 tipos de pneumococo ( 1, 2, 3, 4, 5, 6B, 7F, 8, 9N, 9V, 10A, 11A, 12F, 14, 15B, 17F, 18C, 19A, 19F, 20, 22F, 23F, 33F).
Iniciar com uma dose da VPC13 seguida de uma dose de VPP23 seis a 12 meses depois, e uma segunda dose de VPP23 cinco anos após
a primeira.

Para aqueles que já receberam uma dose de VPP23, recomenda-se o intervalo de um ano para a aplicação de VPC13. A segunda dose de VPP23 deve ser feita cinco anos após a primeira, mantendo intervalo de seis a 12 meses com a VPC13.

Para os que já receberam duas doses de VPP23, recomenda-se uma dose de VPC13, com intervalo mínimo de um ano após a última dose de VPP23. Se a segunda dose de VPP23 foi aplicada antes dos 65 anos, está recomendada uma terceira dose depois dessa idade, com intervalo mínimo de cinco anos da última dose.

Para os maiores de 60 anos, recomenda-se complementar a vacinação com a vacina Pneumocócica Polissacarídica 23-Valente no período de 6 a 12 meses
Trata-se de vacina inativada, portanto, não tem como causar a doença.
É composta de partículas purificadas (polissacarídeos) das cápsulas de 23 tipos pneumococo, cloreto de sódio, água para injeção e fenol.
Pneumocócica 13 e Influenza Quadrivalente (Gripe).