Vacina Tríplice Viral (Sarampo/Caxumba/Rubéola)

R$102,00

em até 2 vezes

Crianças a partir de 12 meses, adolescentes e adultos.
Na população com mais de 60 anos é incomum encontrar indivíduos suscetíveis ao sarampo, caxumba e rubéola. Para esse grupo, portanto, a vacinação não é rotineira. Porém, a critério médico (em situações de surtos, viagens, entre outros), pode ser recomendada e para aplicação será necessário apresentar o pedido médico.
Para ser considerado protegido, todo indivíduo dever ter tomado duas doses na vida, com intervalo mínimo de um mês, aplicadas a partir dos 12 meses de idade.
Para crianças, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) recomendam como rotina duas doses: uma aos 12 meses e a segunda quando a criança tiver entre 1 ano e 3 meses, junto com a vacina varicela, podendo ser usadas as vacinas separadas (SCR e varicela) ou a combinada (tetraviral: SCR-V).

Crianças mais velhas, adolescentes e adultos não vacinados ou sem comprovação de doses aplicadas: duas doses com intervalo de um a dois meses. Caso tenha recebido antes de 12 meses a vacinação, a mesma deverá ser repetida aos 12 meses e 3 meses depois.
Gestantes, pessoas com comprometimento da imunidade por doença ou medicação, história de reações graves após aplicação de dose anterior da vacina ou a algum componente.
A maioria das crianças com história de reação anafilática a ovo não tem reações adversas à vacina e, mesmo quando a reação é grave, não há contraindicação ao uso da vacina tríplice viral. Pois, foi demonstrado em muitos estudos, que mesmo aquelas com alergia grave, o risco é insignificante de reações anafiláticas. Para menores de 2 anos não administrar no mesmo dia que a vacina de Febre Amarela, nesses casos, respeitar intervalo mínimo de 30 dias.
As reações locais acometem menos de 0,1% dos vacinados e incluem: ardência, vermelhidão, dor e formação de nódulo. Febre alta (maior que 39,5⁰C), que surge de cinco a 12 dias após a vacinação, com um a cinco dias de duração, pode ocorrer em 5% a 15% dos vacinados.
Previne infecções causadas pelo virus do sarampo, caxumba e rubéola.
Trata-se de uma vacina atenuada, contendo vírus vivos “enfraquecidos” do sarampo, da rubéola e da caxumba.
Contém também traços de proteína do ovo de galinha usado no processo de fabricação da vacina. Um dos fabricantes da vacina tríplice viral contém traços de Lactose em sua composição.
Varicela e hepatite A pediátrica